Colocar Resposta 
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Pérola Antiga
05-24-2013, 05:40 AM
Mensagem: #1
Pérola Antiga
Chegado à porta e fazendo uma pausa para acabar o cigarro, meto conversa com o porteiro, (Juca, ou Joca) já não me recordo.
Simpático, prestável.

Entro no bar e meus senhores: ISTO SIM É UM ANTO DE PERDIÇÃO.
Isto é mais o meu ambiente. Só para terem uma ideia, eu gosto mais de ir ao Night&Day, ou Black Tie do que o Elefante Branco ou o Gallery. Gosto de confusão, gosto de apalpar as gajas enquanto falo com elas, gosto de lhes pedir para ver as mamas ali mesmo... ISTO SIM É O MEU AMBIENTE.
É o tipo de sitio onde se entra com camisola de cavas, calções e chinelas havaianas.

O espaço é muito pequeno. Acho que a sala de jantar da minha casa é maior, além de ser muito pequeno, parte dele é oucupado com um palco para strip.
O bar é minusculo com dois tipos apertadinhos a servir aquele mar de gente.
Como era de esperar, o nivel é muito mais baixo do que o Bar96 e o Perola Negra.
Existem muitas mulheres, e sim a maior parte deles são monos. Estava lá uma que tinha idade para ser minha mãe.
Mas os homens eram tantos que elas não chegavam sequer para as encomendas. Havia consideravelmente mais clientes que meninas.

Como faço habitualmente, vou para o bar, peço a minha birra e fico a estudar o ambiente.
Como é habito nestes sitios há sempre 1 ou 2 estrelas da casa que normalmente são muito melhores que a média. Só falta identificá-las.
Primeira precepção. O bar está invisivelmente dividido em grupos e territórios que cada 1 delas oucupa. Ou seja. As brasileiras oucupam a zona mais perto da casa de banho, enquanto as tugas o corredor principal até ao bar. Pode ser engano meu, mas elas só atravessavam para a zona contrária se chamadas por um cliente.
Segunda precepção. Só duas meninas é que fazem strip. Ambas brasileiras. 1 delas é seguramente a estrela. Recusa falar com certos clientes, e tem uma postura algo selectiva quando é abordada.
Terceira precepção. No gupo das tugas salta-me à vista uma loirinha, razoavelmente bonitinha mas um pouco mal arranjada. Calças de ganga, t-shirt. No entanto nota-se que deve de ter um corpo fabuloso por debaixo daquelas roupas mal escolhidas.
Quarta precepção: Maior parte dos monos que por lá andam com o passar da noite vão desanimando porque não arranjam clientes. Nota-se mais por volta das 4 da matina, quando toca a musica dos patinhos.
Após o estudo do ambiente, e porque o tempo não era muito, este já era o 3º bar onde ia. Pondero bem qual a oferta. Comia a Stripper, e a Loirinha. Se forem um preço acessivel ainda mando passear a menina do Perola Negra.
Chamo a stripper, que me surpreendeu pela positiva, porque é extremamente simpática e amavel. Pergunto como é, ela diz que hoje não dava, porque ia já com um cliente habitual, e se eu queria esperar, que depois ficava comigo o resto da noite.
São 4h, ela só está despachada às 5h. Às 7h estou a pé.... Não vale a pena.
Digo-lhe que não, mas que gostava de estar com ela noutra ocasião. Fica então combinado o encontro para outra ocasião. TD que postarei depois.
Sigo então para a loirinha. Chamo a menina, simpática, mas com a conversa fiquei um pouco de pé atrás com ela. Apesar de simpática, depois de a ouvir falar, pareceu-me um tanto ao quanto barraqueira. Como não faz o meu estilo, mudei a conversa para apenas uns elogios à sua beleza. Posso estar enganado, mas foi a minha precepção. Se estiver os confrades que me corrijam.

Com a musica dos patinhos o bar encerra, e outros rumos me espram. Sigo então para o Bagdad Top Bar.

Cumprimentos
Procurar todas as mensagens deste utilizador
Citar esta mensagem numa resposta
Colocar Resposta 


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)